TALENT 
MANAGER
CONSTELAÇÕES ORGANIZACIONAIS 
Problemas aparentemente complexos podem ter soluções muito simples
SYSTEMIC 
CONSULTING
 
 
COACHING SISTÉMICO
 
 
 
A utilização prática das Constelações Organizacionais nas Empresas é muito variada. Uma das formas utilizadas é através de Workshops abertos a que assistem empresários, gestores, executivos, directores, funcionários, etc. de várias empresas. Alguns trazem as suas questões ou temas para que sejam tratados duma forma aberta, utilizando representantes que não se conhecem entre si. 
 
Esta forma é muito potente e eficaz. O Cliente converte-se em observador e, através das reacções dos representantes e do diálogo com o Facilitador, pode ver onde está o problema ou que decisão deve tomar para melhorar a situação da empresa. 
 
É certo que muitos clientes não gostam de tratar temas reservados ou confidenciais com pessoas que não conhecem. Nestes casos, utilizam-se as Constelações “cegas” o “escondidas”, isto é, a informação que se fornece ao Facilitador e aos representantes é mínima ou quase nula. Outra alternativa é dar a informação unicamente ao Facilitador e em que os representantes e assistentes não estejam ao corrente da problemática. Assim, consegue-se proteger a confidencialidade.  
 
No entanto, cada vez são mais os clientes que solicitam que se trabalhe com eles duma forma totalmente individualizada e personalizada. 
 
Neste caso, utilizam-se as Constelações Organizacionais dentro da própria empresa utilizando várias fórmulas em função da problemática da empresa: pode-se fazer um trabalho individualizado com o Gestor, com o Director, com o Responsável, com um Quadro, com um empregado e também se pode fazer um trabalho em que participem os funcionários da empresa e um grupo externo, como representantes alheios à empresa.  
 
O trabalho individual (Coaching Sistémico), isto é, só com uma pessoa, pode realizar-se com Figuras de Plástico especificamente desenhadas para as Constelações ou com outros objectos, como sejam os que se encontram normalmente no escritório do cliente (canetas, lápis, corta-papel, agrafador, clipes, chaves, post-its, etc.). Estas peças vão-se colocando sobre uma mesa e movem-se em função do diálogo entre o Cliente e o Facilitador.
 
 
Neste coaching sistémico também se utilizam cartolinas ou papéis que representam os diferentes elementos do sistema (âncoras). O cliente coloca as cartolinas na sala, num local que sente que é o adequado e, com a orientação do Facilitador, vai-se colocando em cima de cada uma. O Facilitador conduz o cliente num processo para que se vá resolvendo e esclarecendo o tema proposto pelo Cliente. 
 
A grande vantagem do coaching sistémico é que não são necessárias muitas sessões: normalmente basta uma sessão. Uma segunda sessão pode ser feita cerca de três meses depois ou se entretanto tenha havido alguma alteração substancial no contexto do tema inicialmente tratado ou se pretende tratar outro tema. 
 
Esta metodologia também pode ser utilizada como “coaching de grupo” e “team building”, em que se obtêm excelentes resultados: as relações entre todos (empregados e gestores) melhoram, cria-se um verdadeiro espírito de equipa, as relações profissionais são mais fáceis, etc.  
 
Nestes caos, fazem-se muitos exercícios sistémicos para todo o grupo, embora também se possam fazer algumas constelações sobre temas externos (clientes, fornecedores, concorrência, novos mercados, novas áreas de negócio, etc.). 
 
Esta metodologia também é muito eficaz para temas de supervisão em empresas de consultadoria, para vendedores, para profissionais em contacto com clientes ou fornecedores, para profissionais liberais, para “coaches”, etc. 
 
É importante realçar que esta metodologia se pode aplicar a praticamente todas as áreas de negócios, para uma grande variedade de temas, questões ou problemas (consulte-nos e surpreenda-se com os resultados). 
 
 
Curso Intensivo de Coaching Sistémico e Constelações Organizacionais ... click aqui